©  ABTCe - Associação Brasileira de Traumatismo de Crânio Encefálico. 

Rua Conselheiro Brotero, 1505 - 9º Andar - Higienópolis SP/SP

Tel: 011-3456-7890

Estamos muito felizes em anunciar que o Sindicato dos Atletas de São Paulo é o mais novo parceria da ABTCE.  

 

A parceria com eles será um grande reforço na luta contra as consequências que o TCE causa nas vidas das pessoas e da sociedade. 

O QUE É TCE

Traumatismo

Craniano

em sentido restrito, é a batida que atinge a camada externa da cabeça, constituída pelo couro cabeludo, tecido subcutâneo, fáscia subgaleal e calota óssea.

Traumatismo Cranianoencefálico

(TCE)

 é um dano não degenerativo, ou seja, não é uma doença que tem origem no próprio cérebro e que leva a perda de neurônios de forma progressiva. O TCE é provocado por uma força mecânica externa aguda, isto é, por trauma direto ou indireto.

Concussão 

Cerebral

​é uma lesão cerebral que leva ao sangramento e inchaço ao redor da área onde ocorreu o trauma. Pode ocorrer ou não em conjunto com uma fratura do crânio e hematomas. A consussão pode ocorrer mesmo sem ter tido algum impacto na cabeça, às vezes até o balançar da cabeça de forma agressiva já causaria um evento de concussão.

NÚMEROS

         NO BRASIL

O TCE é uma epidemia silenciosa que acomete cerca de 1 milhão e 100 mil brasileiros por ano. Cerca de 20% destas pessoas morrem no local do acidente, 45% tem traumas leves e cerca de 450 mil pessoas por ano ficam com sequelas motoras , cognitivas com poucas possibilidades de acesso a centros de reabilitação. 

PRINCIPAIS CAUSAS

Entre as principais causas de TCE estão os acidentes automobilísticos (50%), quedas (21%), assaltos e roubos (12%) e atividades de lazer (10%).

O QUE 

     FAZEMOS

A ABTCe tem lutado para difundir a criação de centros de reabilitação públicos e privados pelo país, bem como orientar as vítimas e cuidadores sobre seus direitos legais e cuidados com os pacientes, além de promover campanhas junto a mídia de conscientização e prevenção do TCE.

FAÇA        PARTE

Junte-se a nós para melhorar a vida de pessoas com lesão cerebral.

Doe, seja voluntário ou uma empresa parceria, precisamos de todos para vencer essa batalha

 

QUEM 

     SOMOS

Neurologistas

Neurocientistas

Neurocirurgiões

Neuropsicólogos

Fonoaudiólogos

Fisioterapeutas

Terapeutas ocupacionais

Profissionais da saúde em geral

 e voluntários de diversas áreas que estão lutando contra as consequências que o TCE causa no dia-a-dia dessas pessoas. 

MISSÃO

Ações para que pacientes com lesão cerebral e seus cuidadores tenham apoio e informações para melhorar a qualidade de vida

PARCERIAS

Seja uma empresa parceira, e ajude-nos a criar ações para pacientes e cuidadores conviverem melhor com as consequências que o traumatismo causa no dia-a-dia dessas pessoas.

VISÃO

Diminuir em 80% os números de acidentes com trauma no Brasil, e que todos os pacientes tenham acesso a tratamento de qualidade

DOE

A sua doação poderá ajudar milhares de pessoas a se reinserirem dentro da nossa sociedade, e a superarem as consequências que o traumatismo causa na vida delas.

PRECISAMOS DE AJUDA

          PARA FAZER MAIS

Já realizamos nestes 5 anos de existência, 2 simpósios internacionais para médicos e profissionais de saúde, certificamos inúmeros profissionais para atuarem na área do TCE (Médicos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e psicólogos) e temos realizado inserções nas diferentes mídias abordando temas como:

  •  o álcool como fator de risco e/ou o uso de smartphones para acidentes de transito e TCE 

  •  falta de uso de capacete por ciclistas e o risco de TCE. 

Temos também promovido o intercambio entre a ABTCE e a NABIS, que é uma das instituições mais importante do mundo para apoio e desenvolvimento de soluções para TCE.

  SEJA 

PARCEIRO

 Sua empresa pode fazer diferença na vida de pessoas que sofrem com TCE. A ABTCE tem trabalhado para desenvolver eventos e ações para alertarmos a sociedade sobre essa epidemia silenciosa que aflige o Brasil. São 1 milhão de casos novos todos os anos.

Precisamos de todas as forças possíveis para trazer mais informações para pacientes e cuidadores.

VIVENDO COM TCE 

    E SE TRANSFORMANDO

Pedro,Estudante

Pedro caiu de um telhado quando ainda era criança e, como consequência, teve TCE e ficou com sequelas cognitivas e motoras. Pedro esta melhorando cada dia mais, e hoje faz faculdade e trabalha em uma empresa. Assiste jogos do Corinthians além de curtir momentos felizes com a família e sair com amigos. A luta ainda continua, não é nada fácil, mas ele se supera a cada dia.

Caroline, Advogada

Caroline sofreu acidente de carro com 17 anos e teve TCE. Saindo do coma ainda teve uma longa batalha para se recuperar mas nunca desistiu. Hoje é  formada em direito, tirou OAB, faz estágio e ainda tem um perfil no Instagram contando como é viver com TCE. Vale a pena seguir o perfil, porque como ela diz: "compartilhar histórias de pessoas que foram acidentadas e conseguiram se superar"

  • Black Instagram Icon

Fernanda, Fonoaudióloga

Fernanda sofreu um acidente automobilístico em 2007, com 29 anos. Teve um traumatismo torácico e um TCE grave com LAD. Após sair do coma, teve que reconstruir a vida! Recuperou quase totalmente as dificuldades físicas, mas algumas dificuldades cognitivas ainda permanecem. Melhorou muito graças as reabilitações e uso adequado da medicação. Hoje possui um Blog e um canal no Youtube para ajudar pessoas que sofreram lesão cerebral a continuarem na luta pela recuperação.

  • YouTube Social  Icon